Criando Sumários e Índices no Word

 Quando você fez sua Monografia, sua Tese ou seu Projeto de Final de Curso com certeza se deparou com o problema de ter que fazer o Sumário. E deu um trabalhão danado, lembra-se? Cada vez que você alterava uma página a numeração se alterava. E lá ia seu sumário pro espaço! O que fazer nessas horas? Chorar e refazer todo o sumário, “na mão”(ou pagar pra alguém fazer…)

Pois seus problemas acabaram! Agora você vai achar até divertido fazer um Sumário, acredite.




1º grupo de opções da Guia Referências – Sumário

 O que é um Sumário?

Você já notou que eu não gosto de definições, certo? Então olha a figura a seguir. Eis um Sumário.



Neste exemplo nossa “obra” tem apenas duas páginas. O título é Informática para Concursos (está na página 1). O item Introdução, com seu subitem Memórias, também foi digitado na página 1. E, à medida que fomos digitando, o item Processadores acabou caindo para a página 2.

Agora siga comigo passo a passo.

 – Primeiramente digite o texto a seguir. A imagem da esquerda é a 1ª página; a da direita começa com a palavra Processadores.

Preencha as linhas com qualquer coisa só para que a palavra Processadores caia para a 2ª página (eu usei blá, blá, blá… mas se você quiser é só me pedir que eu envio alguns trechos dos Lusíadas ou de Navio Negreiro de Castro Alves…)

Note que até aqui não houve preocupação com o estilo das letras. Todas estão em Times New Roman 12.

Agora é que entra o segredo. Cada palavra que você decida que irá aparecer no Sumário obrigatoriamente tem que ter sido digitada em um dos Estilos Título. Volte a olhar para a figura do Sumário de exemplo e note que só as palavras que indicam os itens estão no texto. É claro que a explicação sobre Memória e  o blá, blá, blá… não fariam sentido constar no Sumário.

 – Agora o procedimento é selecionar cada palavra desejada e atribuir a ela um Estilo que seja Título.

Selecione a expressão Informática para Concursos e vá para a Guia Página Inicial (Word 2010 e superiores). No grupo Estilo, clique na pequena setinha que está no canto inferior direito do Grupo Estilo. Você terá acesso a um Menu de Estilos. Selecione Título 1.


E já que estamos preocupados com nosso concurso, vamos a umas dicas. Um estilo armazena todas as características de um parágrafo (tamanho da fonte, cor, espaçamento etc.). Isso você pode notar na figura acima. E também temos diversos estilos para escolher. Como nosso assunto é Sumário percorra o menu para ver que existem 9 estilos Título. Mas você pode alterá-los ou mesmo criar novos, mais ao seu gosto.

Retomando nossa criação de Sumário, vale recordar que ao definirmos a expressão Informática para Concursos como estilo Título 1 ela já comporá o  Sumário quando mandarmos que ele seja gerado automaticamente, o que faremos daqui a pouco.

– Agora é com você. Repita o procedimento para a palavra Introdução mas escolha estilo Título 2; depois faça a mesma coisa para Memórias e Processadores mas escolha estilo Título 3.

Ao final você terá o texto assim como na figura a seguir.


Provavelmente você não vai querer que o texto fique em azul.

Não tem problema. Se desejar mude a cor; não influenciará no Sumário.

 – Agora chegamos à parte divertida. Coloque seu cursor em uma página em branco, no final por exemplo. Ou, para ficar mais real, crie uma página em branco antes de tudo e posicione seu cursor lá.

 Agora clique no botão Sumário.

Selecione Sumário Automátco 1…

E… “voilá”! Num passe de mágica aí está o nosso Sumário.

Ué, não era pra começar na página 1?

Bom, neste exemplo fiz a coisa o mais real possível. Criei uma primeira página em branco e nela gerei o Sumário. Por isso começou na Pág 2. Se você tiver criado seu Sumário no final, então começará na página 1.

 Já sei que você está louco para experimentar de novo. Mas só uma coisinha a mais. De repente eu me toquei que, na verdade, depois de tudo pronto eu teria que criar um novo item – Placa mãe – antes de Processadores. Será que perdi meu trabalho todo? Não, claro que não!

Lá vamos nós juntos, de novo.

Volte ao seu texto e digite a expressão Placa mãe antes de Processadores.

Crie umas linhas aí só para parecer real.

Volte ao Sumário que você criou e clique sobre ele.

Clique na opção Atualizar Sumário (no alto). Já que neste nosso exercício criamos um novo item no documento, escolha Atualizar o índice inteiro. Mas se fosse apenas para atualizar os números de página, escolheríamos a outra opção.

 Agora sim, divirta-se. Experimente outros estilos e crie outros Sumários.

 Fique ligado! Qualquer item que deva aparecer no Sumário obrigatoriamente terá que ter sido digitado em um dos Estilos Título.

           Por padrão o Word apresenta vários Estilos Título numerados. Mas você pode alterá-los ou criar novos.

5º grupo de opções da Guia Referências – Índice

Na realidade o nome mais adequado é Índice Remissivo. É aquele índice que aparece no final do livro mostrando em ordem alfabética as palavras e em que páginas estão. Veja o exemplo a seguir.

Nesta “obra” concluímos que algumas palavras aparecem mais de uma vez, outras somente em uma página. Note que “terra” está presente em todas as páginas; “palmeiras” apenas na página 1 e 2.

Então vamos nós, juntos outra vez. Prepare um documento com 4 páginas como a seguir.

1ª página – Digite: Minha terra  tem palmeiras  onde canta o sabiá

2ª página – Digite: Minha terra  tem palmeiras  onde canta o urubu

3ª página – Digite: Minha terra  tem bananeiras  onde canta o macaco

4ª página – Digite: Minha terra  tem maruleira  onde canta o elefante

Selecione a Guia Referências. Observe o Grupo Índice. Note o botão Marcar Entrada.

Dica pra facilitar: Marcar entrada quer dizer “marque esta palavra para que ela apareça no Índice Remissivo”

Agora selecione a palavra terra. Aqui temos dois caminhos que fazem a mesma coisa.

Clique no botão Marcar Entrada ou pressione a combinação de teclas Alt+Shift+X. Abre-se uma Caixa de diálogo onde a palavra terra já aparece selecionada. Entendendo melhor, o que estamos fazendo é ir marcando as palavras que no final desejaremos que façam parte do Índice Remissivo.

Note que na frase logo acima a palavra “terra” recebeu um estranho código entre chaves (que, acredite, já caiu em um concurso perguntando o que era isso!!!). Pra ver isso aí você tem que clicar no botão Mostrar Tudo do Word ). Não se preocupe. Este é o código que indica ao Word que aquela palavra – terra – fará ,parte do índice. Observe, ainda,  que em Opções está marcado Página atual. Se deixarmos assim, no índice, a palavra “terra” ficará registrada somente nesta página, no caso a de número 1. O desejável em um Índice Remissivo é que todas as ocorrências sejam impressas.
Isto é facilmente resolvido. Basta clicar no botão “Marcar todas”. Clique em Fechar.

Dica: na verdade não é preciso clicar em Fechar. Teoricamente podemos ir marcando direto quantas desejarmos. Mas às vezes – não sei o porquê disso – a coisa não funciona bem. Prefiro ir fazendo e fechando. É garantido.

Faça tudo novamente para as palavras palmeirasbananeirasmacacomaruleira,  elefante.

Agora falta pouco. Coloque seu cursor no final do documento em uma página em branco. Afinal é aí que os Índices Remissivos devem ficar, concorda?
A seguir selecione Inserir Índice no Menu do Word no Grupo Referências/Índice.

Na Caixa de diálogo que se abre selecione Alinhar números de página à direita e escolha 1 coluna. Aproveite para observar que podemos mudar o preenchimento de tabulação, que é o pontilhado que aparece no índice. Depois você “brinca” com isso.

Agora clique no botão OK.

Está pronto. Você terá um índice como o do nosso exemplo. Para ficar exatamente igual basta clicar no botão Mostrar Tudo, do Menu do Word, já nosso conhecido, para ocultar as marcas de formatação.

 E, pra variar, suponha que tenhamos esquecido alguma palavra depois do índice pronto. Você esqueceu de marcar a palavra sabiá.

Trivial! Simplesmente vá até a palavra sabiá e marque-a como já fizemos. (A propósito, cada palavra marcada chamamos de Entrada de índice.)

A seguir clique com o botão direito do seu mouse sobre o índice.

No menu aberto selecione Atualizar campo. E você vai ver que o sabiá “pousa” tranquilamente no seu índice. Experimenta aí!